quinta-feira, 24 de junho de 2010

Cartesianando...

and
Hoje eu vi o mundo dividido em 2 assim:

- Tem gente próxima da gente, em quem a gente confia, mas com quem não pode contar.

- Tem gente não tão próxima, com quem a gente pode contar, mas que não dá para confiar.

Se o mundo fosse fácil não vinha com Deus, vinha com bula.
.
.
.
Imagem: http://connections.smsd.org/nieman/philosophy.htm



quarta-feira, 23 de junho de 2010

Q coisa...



Nessa história toda de
CALA BOCA GALVAO,
me incomoda muito a ausência do artigo...
.

Q coisa!
.
Assim não flui...
.
.
.

Sch-Sch-Scheiße...


Acabei de assistir ao episódio de Friends "The One Where They All Turn Thirty".


Percebi que às vezes até Friends - e pela enésima vez - pode ser deprimente. E como sempre eu estou com a preocupação projetada um passo à frente.


Digo isso pq, aos 20, pensava na crise dos 27, quando mta gente boa acaba empacotando. Mas, conforme fui me aproximando da idade fatídica, fui percebendo q a ausência de um conjunto de obra relevante anulava minha apreensão. Além disso, repensei a genialidade dos q morreram aos 27. Mais tarde, repensei o conceito de "genialidade". Mais tarde, repensei a idéia de "conceito". Ai, já era...


Enfim, se a genialidade não vai me matar aos 27, talvez o vá uma bala perdida ou uma outra benesse de se frequentar a Cidade Maravilhosa. Mas aí não há relevo, só estatística.


Meu fantasma anacrônico é a crise dos trinta. Merda, merda, merda...


A frase final do Ross: "In ten years, we're gonna be forty..."


A frase final do Joey: "Why, God?! Why are doing this to us?!"


Merda, merda, merda...
.
.
.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Uma sexta-feira de merda...


Começar o dia com a notícia de q Saramago morreu é, de fato, uma gde gde merda...

Por coincidência, essa semana comecei a ler Caim, o último livro dele. Estou gostando muito. A escrita do Saramago sempre me agradou, sempre me disse muito sobre a leitura do mundo. Um olhar sério e debochado, de um azedume saboroso. Uma metralhadora de sutilezas.

E eu lendo Caim pensando no próximo... Já era.

Vou sentir muita falta.


Imagem de: http://catalogodeindisciplinas.wordpress.com/2009/10/18/saramago-contra-a-igreja/

sábado, 12 de junho de 2010

Politicamente corre(c)to...


Atualmente já se considera muito inconveniente que se façam piadinhas racistas. Nossa, mas que avanço!...

Contudo, parece ainda não ter sido assimilado pelo verniz mais-ou-menos do politicamente correto o bom tom de se não fazerem piadinhas risonhas recheadinhas de homofobia e machismo.

Quer dizer, ninguém hoje vai a TV, por exemplo, para dizer que um negro é incapaz de fazer isso ou aquilo por que é negro. Mas as gracinhas de TV continuam muito confortáveis para pintar caricaturas de viadinhos enlouquecidos e maníacos sexuais, bem como mulheres burras, frívolas, interesseiras: geralmente donas de casa feias, chatas e (inevitável e merecidamente cornas) ou jovens gostosonas burras de dar dó.

No Brasil, os gays ainda são atrações de Freak Show e as mulheres ainda são escravas do lar, condenadas à maternidade ascética ou à carteirinha de puta desalmada.

Vamos todos assistir ao Zorra Total e vermos as piadinha inescrupulosas de gênero! Vamos rir e babar a pipoca mastigada! E quando ninguém estiver olhando, vamos aproveitar para fazer uma piadinha racista ao pé do ouvido...
.
.
.
Imagem de: http://arrastao.org/sem-categoria/tapar-o-sol-com-a-peneira/